Lima

LIMA - A CIDADE DOS REIS

Apesar do título, que remete a civilizações pré-colombianas, a história dessa metrópole e capital do Peru começa com sua fundação pelos espanhóis – mas é fato que antes disso muita cultura já havia passado por lá.
 
Lima, a capital peruana, uma metrópole moderna com seus quase 8 milhões de habitantes, foi fundada em 1535 pelos conquistadores espanhóis, para figurar como capital do Vice-Reino do Peru, mantendo seu status de capital mesmo após a independência do país.

Uma das cidades que mais cresce economicamente e tecnologicamente na América Latina, Lima possui uma infraestrutura considerável e opções de hotéis, restaurantes e passeios para todos os gostos e bolsos.

A Grande Lima se estende por quase cem quilômetros da costa peruana e possui atrações que passam pela história do país e também dão sinais de seu futuro.

Diferentemente do que muitos pensam, o título de “Cidade dos Reis” foi dado porque a capital peruana foi erguida sobre um território conquistado em um dia 6 de janeiro, o Dia de Reis católico.

O nome persistiu até hoje e é associado a uma série de ruínas existentes em seu território, a maioria delas deixadas pelas culturas Maranga e Lima, povos que habitaram o Peru antes mesmo da civilização inca.

As muitas culturas que ali passaram chegaram a ser parte do Império Wari, uma civilização que floresceu nos Andes entre os anos de 500 d.C. e 1.200 d.C. e que serviu de modelo para o Império Inca, tanto em termos de organização quanto por sua arquitetura e construções poderosas.

Baixe aqui o MAPA DE LIMA


Veja mais informação sobre LIMA no Blog da Machu Picchu Brasil : Clique Aqui!

 

Lima é uma cidade vasta, que se estende por dezenas de quilômetros da costa peruana. Além de atrações presentes em qualquer metrópole de seu porte, como bares e restaurantes de padrão internacional, casas de espetáculos e museus, Lima possui muitos pontos turísticos imperdíveis para o viajante.

O Centro Histórico de 
Lima, considerado Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1988, é um dos mais bonitos e bem conservados das Américas.

Antes mesmo de iniciar o percurso pelas dezenas de edifícios históricos, o turista é surpreendido pela curiosa arquitetura de vários prédios e sobrados das ruas da região central, com balcões em forma de varandas fechadas na parte superior, algo muito particular da capital peruana.

Dentre os diversos edifícios históricos, um dos destaques fica por conta da Casa de Aliaga – uma construção erguida em 1535, que é a mais antiga mansão da cidade. Vale consultar guias e websites culturais locais antes de visitar, já que o casarão é constantemente palco de diversos eventos de prestígio. No circuito de arquitetura sacra, 
três paradas obrigatórias: a Catedral de Lima, a Basílica de São Pedro e o Convento de São Francisco.

Neste último, a dica é uma visita tanto ao enorme acervo do museu interno quanto às catacumbas que se estendem no subsolo e percorrem caminhos por baixo da cidade.

O Palácio Arzobispal e sua rebuscada arquitetura também é um ponto muito procurado por turistas em busca de ótimas fotos, assim como a parte interna do Convento de Santo Domingo de Lima.

Uma bela caminhada de manhã pelo centro da “Cidade dos Reis” também é indicada. A luz matinal ressalta o colorido de muitos dos seculares edifícios, criando uma atmosfera colorida e remetendo aos tempos do Peru colonial.


Pequeno lembrete


Embora não seja tida internacionalmente como uma capital praiana, não se pode esquecer que Lima está à beira do Pacífico – todo turista deve fazer uma tranquila caminhada na avenida beira-mar. Os ventos litorâneos são frios, mas andar pelas calçadas da costa é um passeio bonito e agradável, especialmente na região de Miraflores.

Após caminhar, a dica é se sentar em um dos muitos bons restaurantes da cidade e saborear um belo ceviche, um dos maiores ícones da culinária peruana e preparado ali de forma única e com frutos-do-mar de primeira qualidade. Para quem não aprecia peixes e afins, vale provar um lomo saltado ou um ají de gallina, outros dos preferidos dos habitantes locais.

LIMA NO PERU


É uma cidade grande, por isso não é necessária nenhuma medida de “contingência” na bagagem.

As dicas usuais, no entanto, se aplicam:

 

  1. Garanta que a mala possui algum espaço para acomodar suas compras no local, não apenas nas lojas da cidade, mas também no aeroporto, no duty free.
     
  2. Leve objetos de higiene pessoal, perfumes e artigos de toucador acomodados em uma necessaire ou algo do gênero, para evitar vazamentos que possam estragar ou sujar o restante da bagagem.
     
  3. Leve malas facilmente identificáveis e sempre fixe nas alças tarjetas ou fitas para facilitar na hora das esteiras.
     
  4. Hotéis e pousadas oferecem adaptadores de tomada, mas para quem quiser garantir, o padrão peruano é o mesmo da Argentina e alguns países europeus e adaptadores são vendidos também nos aeroportos brasileiros.
     
  5. Lima possui um clima ameno, que pode esfriar em algumas épocas do ano. Apesar de úmida, a capital peruana raramente apresenta chuvas. Leve roupas leves e alguns agasalhos para passeio, esperando temperaturas que geralmente oscilam entre 15°C e 25°C.

Pacotes

2016 - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: